ELEIÇÕES DA CGADB 2013 (A volta do Jabuti)


 

papel-de-parede-bobinex-natural-1436-cimento-queimado-azul-960001-MLB20266039772_032015-F.jpg

Antes de mais nada quero deixar claro que não sou militante de nenhuma chapa à presidência da CGADB nem nunca fui, não sou candidato, não sou amigo de nenhuma das partes envolvidas, e nem tenho interesses particular ou seja pago para escrever, mas como todos sabem possuo um blog e aqui e ali sempre alguém me procura com documentos e denúncias pedindo minha opinião e meu dissertamento sobre temas polêmicos. Tento com o máximo de imparcialidade possível trazer meu parecer à luz das Escrituras. O que passo a escrever veio acompanhado de documentos de fontes fidedigna. Posto isso.

Eleições da CGADB

A falta de transparência nas eleições da CGADB em 2013 levou o pastor Samuel Câmara, então candidato a presidência da Instituição a recorrer à Justiça comum contra o pastor José Wellington que na época era presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus  e também candidato a reeleição.

A suspeita era que pastor Wellington para se beneficiar nas eleições teria permitido as inscrições de 1800 ministros fora do prazo legal que se esgotava em 28 de dezembro de 2012.

A recusa de mostrar aos componentes da Chapa oposta os comprovantes dos boletos bancário que comprovava as inscrições nas respectivas datas, levou pastor Samuel a buscar o caminho do judiciário.

O pastor Wellington venceu as eleições com 9.003 votos. No entanto ficou a dúvida quanto aos ministros que teriam sidos inscritos fora do prazo. Se os 1800 pastores que foram supostamente inscritos após a data limite houvessem sido impedidos de votarem, José Wellington teoricamente teria 7.203 votos.

Já Samuel obteve 7.407 votos

Ficando assim uma diferença de Wellington para Samuel de 1.596 votos.

Já sem a validação dos 1800 pastores, partindo do princípio que todos eram eleitores da Chapa do pastor Wellington, ficaria assim o quadro

José Wellington com 7.203 votos

Samuel Câmara com 7.407 votos

Pastor Samuel seria eleito presidente.

A Justiça deu andamento ao processo e determinou que fosse mostrado em juízo os boletos dos inscritos para a AGO da eleição, contudo o presidente da CGADB não obedeceu o magistrado o que gerou multa diária. Mesmo com uma pesada multa diária José Wellington não acatou a ordem judicial, fazendo com que o valor da multa aumentasse de forma assustadora cada vez mais.

Se o presidente da CGADB respondesse a Justiça emitindo os comprovantes solicitados e fosse comprovado que estavam fora da data, ou  até que os inscritos não houvessem pago a inscrição para a AGO a eleição seria anulada e possivelmente Samuel talvez assumiria o cargo, mas por alguma razão da qual desconheço, Wellington não obedeceu, não autorizou a mostra dos comprovantes e preferiu deixar a multa de R$ 50.000 diária rolar, segundo informa a juíza do caso Joana dos Santos Meirelles, JW acreditava que poderia diminuir o valor da multa em juízo quando ela se tornasse muito grande, o que não aconteceu.

As águas rolaram e agora em 25 de fevereiro de 2016 saiu a DECISÃO INTERLOCUTÓRIA do caso. Decisão Interlocutória

Em 03 de março de 2016 saiu a intimação destinada ao presidente da Convenção Geral para num prazo de 15 dias pagar a multa, ele terá que desembolsar agora R$ 9.000.000,00 (nove milhões de reais) de multas acumuladas.Intimação da multa

Chamo a atenção para o fato de materiais referentes a eleição de abril de 2013 terem sido misteriosamente retirados da internet como pode se verificar Leia aqui

Através de exaustiva pesquisa no google do farto material sobre o tema da eleição da CGADB de 2013,  e que existia na época, nada encontrei senão poucas letras no Blog Fronteira Final do pastor e jornalista Antônio Mesquita e no site de notícias Gospel Mais.Leia

Ao acessar os links sugeridos no Gospel Mais, simplesmente havia desaparecido o conteúdo do link.  O mesmo aconteceu em relação ao vídeo, ambos constam como arquivo inexistentes. Achei isso estranho, muito estranho.

O que penso sobre o episódio

Não me refiro ao pastor Wellington em particular, mas a todos os que usarem de expedientes anticristão, para tanto me incluo.

Nós que somos igreja temos por obrigação sermos luz, sal da terra, colunas e exemplo para todos os cidadãos, por sua vez a nossa instituição tem que seguir esse mesmo paradigma, sendo modelo para as instituições seculares, mas parece que alguns de nosso meio só conseguem demonstrar lisura e santidade com microfone na mão, fora do púlpito alguns não passam de crentes desviados, desapropriados da cruz.  Basta ter  alguma vantagem, receber alguma “boa” proposta e logo se vê como a postura de alguns “santos” muda.

É hora de rever  conceitos, parar de mentir e de ser hipócrita, voltar ao primeiro amor, se converter até e andar na linha, sê exemplo para os pares e liderados, e não escandalizar os que estão aqui dentro e os que estão de fora.

Sobre 0 episódio aqui narrado, a palavra está com o pastor José Wellington Bezerra da Costa, nosso presidente.

A quem interessar

Ainda sobre o assunto: Leia mais

Robson Aguiar

Anúncios

14 respostas em “ELEIÇÕES DA CGADB 2013 (A volta do Jabuti)

  1. É insano tratar dos interesses do Reino de Deus como sendo pessoais; em relação as eleições de Vitória-ES, que estive presente, além das muitas brigas em plenário, sempre ficou no ar uma nuvem negra de fraude, dando margem negativa para os mais diversos comentários. Eu lamento que o atual Presidente, com idade avançada, passe para a história como um homem que tenha colocado o poder humano a qualquer preço como sendo mais importante do que a hombridade a moralidade a ética como justificador de atos não claros. O poder a qualquer preço gera “vergonha”.

    Curtir

  2. Ao meu ver ambos são capazes de qualquer coisa pelo poder, não se importando com o que a bíblia diz, mas tudo tem um preço uma hora Deus pesa a mão, pois a igreja é Dele e não de homem algum.

    Curtir

  3. Como Ministro com o número 2004 da CGADB tenho vergonha em ver e ouvir como andam a nossa querida convenção geral das Assembléias de Deus do Brasil(Missão).
    Como pode os pastores aceitarem o filho do atual Presidente ser candidato e apoiado por várias convenções Estaduais. O atual Presidente está à frente da mesma há 30 anos e se seu filho irá mandar fazer uma auditoria na gestão anterior?
    Outra coisa:
    O atual Diretor da CPAD chegou aqui no Rio de Janeiro para assumir a mesma com um fusquinha e hoje está rico às custas da nossa CPAD.
    Um dos Diretores do Conselho fiscal fez uma viagem de passeio com toda a sua família gastando quase 100 mil reais às custas da CPAD.
    Temos que pedir antes das uma CPI nas contas da CGADB E NA CPAD com urgência!!!

    Curtir

  4. Sou cristão ,nasci em uma família evangélica e me faço algumas perguntas quando vejo essa avalanche de denuncias contra os que deveriam segundo a BÍBLIA ,ser exemplo de moral e de ética .Mateus 23 DO 1 AO 3 JESUS nus deixa claro o que devemos fazer ,em outra passagem a palavra nus fala ,um cego não pode guiar outro cairão ambos no abismo ,precisamos de Homens como O APOSTOLO PAULO, DANIEL COMO O REI JOSAFÁ e tantos outros homens ,por tanto eu findo pedindo vamos orar por nos e por toda essa liderança para que haja convertimento nos corações

    Curtir

  5. No meu tempo de criança a congregação era em minha casa lá os irmãos se reuniam para cutua a DEUS e eu vi muitos homens tementes a DEUS Pastores que seus testemunhos eram condizentes com o que diz a BÍBLIA ,homens que mal sabiam ler ou escrever mais tementes ,obedientes convertidos e libertos ,Pergunto por que hoje os homens dizem que são teólogos reverendos bispos doutores no conhecimento bíblico e não tem temor ? sabe o que eu digo; mais vale um cão vivo do que um leão morto, devemos e cair humilhados aos pés de CRISTO JESUS pedindo TEMOR (pois o temor a DEUS e o principio da sabedoria).

    Curtir

  6. na época fui convidado a ir a Brasilia pra votar no veinho , a proposta da diretoria da igreja era de que todas as mensalidades dos convencionados seria perdoada , como eu não fui….perdi a “benção” os que foram , conseguiram ser perdoada as dividas com a CGADB.

    Curtir

  7. Apesar do lamaçal que vergonhosamente , mancha “nomes de crentes, e instituições afins” não nos resta mais outra coisa a fazer nesta última hora da igreja na terra, senão clamarmos a JESUS, por misericórdia por cada um de nós. Para que na vinda de Jesus, Ele ainda encontre firme os remanescentes. Eu creio, e acredito que muitos subirão cantando o hino da vitória!.. Mas não tenho duvidas que esses pseudos crentes e “pastores” arderam mais tarde no fogo do inferno. Faço questão de enfatizar que não tenho interesse algum, que alguém se perca pelo caminho, poi uma alma salva, vale mais que o mundo inteiro. Mas Jesus disse, muitos porfiarão por entrar pela porta, mas não entrarão. Então, mentirosos, enganadores, trapaceiros e etc… Não entrarão no reino de Deus. O capeta vai ter uma surpresa na porta do inferno, quando lá se deparar com tantos cabra ruim, que hoje se dizem “pastores”. Abraço irmãos…

    Curtir

  8. Não é crivel que a CGADB não tivesse área época os documentos suficientes para refutar as alegações da parte contrária. Se não apresentou em juízo o que fora determinado, SMJ, foi porque os mesmos atendiam mais aos interesses do concorrente, o que confirma que o processo eleitoral de 2013 foi eivado de irregularidades, confirmando assim uma ocupação ilegítima do cargo por parte do Sr. JWBC. 2017 vem aí e esperamos que todos os envolvidos no processo eleitoral se comportem de modo digno para se eviitar novas indenizações .

    Curtir

  9. Na verdade posso dizer que eu é briga de ursos. O Sr. Samuel não é flores quando apareceu de Manaus deixando seu irmao la na igreja daquele estado para assumir a Campo de Belém do Pará e logo em seguida se apropriou daquele Campo saindo de convenção estadual e criando uma nova convenção. Muito cuidado meus queridos irmãos para não cair nas mãos da receita Federal. Por que a filontropia das igrejas ja ficou a muitos anos para traz. Que Jesus me perdoe e a vcs também. Falei a verdade ou não???

    Curtir

  10. Se for confirmado as informações comentadas por David Nobre Rocha, nem o filho acredita nas 7 ou 8 gestões de JWBC,correspondentes aos 30 anos. Antes dele começar sua dinastia, quem presidiu foi o saudoso pastor Alcebiades. Fazer auditoria naquela gestão tem um nome: Leviandade. PR. Antônio Manoel Gomes dos Santos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s