INTOLERANTE EU?


Intolerancia1

A cada dia nossa sociedade sofre mudanças significativas. Os tempos mudam e atrelados a ele surgem novas ideias e comportamentos. O que no passado era visto como algo imoral promíscuo, em nossos dias pode ter recebido outro conceito.

A educação é uma das principais razões dessas mudanças. Então logo cedo se ensina as tenras crianças o que no novo modelo social é certo ou errado. Isso porque é muito mais fácil aculturar cabeças vazias ou em formação do que repaginar quem já tem discernimento suficiente para não ser reflexo de tudo que lhe é proposto.

Cooperando para o processo de mudanças comportamentais vem o governo, os políticos e as mídias falada, escrita, televisiva ou radiofonizada. Os que detêm essas ferramentas são os principais atores dessas mudanças.
Os demais são invólucros desses recipientes culturais, não se posicionam, não refletem sobre o assunto, não pesquisam, e não peneiram as informações, vão recebendo e reverberando tudo, sem questionamentos.

Pequenos grupos dominam os grandes nessa batalha. Eles vão surgindo com suas bandeiras, vão fazendo barulho, e impondo suas ideologias sempre com argumentos vitimistas.

Pra isso, forjam dados, mentem, usam de violência física e verbal, denigrem a imagem dos que lhes resistem, pregam o ódio contra seus opositores em nome da causa, tudo para que seus desejos prevaleçam.

Uma das maneiras de atacarem, é criar estereótipos para os seus desafetos, chamando-os de ditadores, fundamentalistas, radicais, homofóbicos, conservadores, racistas, preconceituosos, são alguns termos que usam costumeiramente para definir os contrários.

Outro dia, um desses ativistas, que é deputado, chamado Jean Wyllys estava no avião quando outro deputado Jair Bolsonaro, rotulado como intolerante e como pertencente a ala conservadora, aproximou-se dele e anunciou que por coincidência, de acordo com o bilhete de passagem, faria a viagem ao seu lado, mas de pronto, levantou-se o deputado Jean e mudou-se de assento, ora, quem desses dois demonstrou intolerância?

Logo se vê o quanto vazio é o discurso de alguns. Nós sempre tratamos todos com cordialidade, até marginais perigosos nas favelas do Rio de Janeiro e em outros estados são tratados com respeito. Em nossas igrejas entra qualquer pessoa e tem o mesmo tratamento, não tratamos com diferença a ninguém, seja negro ou branco, hétero ou gay, e até mesmo criminosos são bem tratado pelas igrejas, não é a toa que grande parte dos que visitam as cadeias são evangélicos.

No entanto, temos por regra de conduta e fé a Palavra de Deus, e é ela que nos ensina que a relação sexual bíblica é de homem e mulher e casados, fora disso biblicamente não há argumentação.

Isso, não quer dizer que odiamos os homossexuais, que os queremos distantes de nós, de maneira nenhuma, amamos a todos eles, e queremos o seu bem. Não somos intolerantes, não somos racistas ou preconceituosos, mas, temos uma posição em relação ao tema e isso não é discurso de ódio.

Amanhã irá ao ar uma matéria na Globo com o pastor Hermes Fernandes, que trará o tema a público, não sei o que será apresentado, mas, já me antecipo que vai gerar polêmica a entrevista do Bispo. Digo isso, por que não foi por acaso que a TV dos Marinhos escolheu o Hermes, ele é liberal e tem outra interpretação e outro posicionamento a respeito do tema.

Vamos aguardar pra ver.

Fica o texto bíblico para a sua reflexão:

Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é; Levítico 18:22

Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. Romanos 1:26

Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina, 1 Timóteo 1:10

Robson Aguiar

Anúncios

5 respostas em “INTOLERANTE EU?

  1. Apenas a opinião de um homofobico, que provavelmente nem conhece gays e também pensa que todo gay é estuprador, pedofilo, bandido e que DEVE ter uma vida de segunda classe para vc se sentir mais confortável.

    Curtir

  2. Eu acho que muitos evangélicos é que não estão entendendo bem a situação.
    Sou homossexual. Por mim, se você quer acreditar que quando eu morrer eu vou pro Céu, pro Inferno ou seja lá pra onde for, tudo bem. Fique à vontade. Eu não estou aqui pra decidir por você no que você tem que acreditar ou deixar de acreditar.
    Mas é um direito MEU não acreditar nas mesmas coisas em que você acredita. E é aí que está o problema. A grande maioria dos pentecostais e neo-pentecostais querem IMPOR aos homossexuais que eles acreditem nas mesmas coisas em que vocês acreditam. E nós não somos obrigado a isso.
    No dia em que vocês adquirirem a capacidade de entender que as pessoas não têm o dever e a obrigação de acreditar nas mesmas coisas que você, aí vamos poder conversar pacificamente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s